quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Da (não) surpresa

Oi pessoas...estou decepcionada comigo mesma.
Saí hoje de tarde, toda serelepe, pra comprar um presente surpresa pro Momes, me arrumei, coloquei a sandália nova, que me doeu pra caramba, mas tudo bem, nada estraga um dia de compras da Grazi.
Bati perna, porque o Eduardo é muitoooo difícil de agradar. 
Ele chegou, pensei: não vou contar, não vou contar, NÃO vou contar; porque sou impossível pra fazer surpresa, não consigo, me dá uma vontade de contar! Porque pra começar não consigo mentir, aí me entrego!
Ficamos conversando banalidades monetárias...até que:
-Como foi teu dia Grazi?
-O meu? hauahuahauau! Foi bom, bom.
-Pq tá rindo?
-Eu? Nada, não tô rindo.
-Que tu fez de tarde?
-Hauahuahauau, ai, não consigo... vou te contar...
E aí foi por água a baixo meus planos! Puxa, que merda, mas até que me segurei mais desta vez... sempre ligo pra ele da loja, falando:
-Momeeeees, adivinha o que eu comprei!!!
Sem graça né? Um saco essa minha boca grande.
Ia finjir que não tinha comprado nada e dar pra ele na virada do aniversário... mas o que vale é a intenção... e o presente, claro. Mas posso dizer que ainda é surpresa, porque ele só sabe que eu comprei, mas não sabe o que eu comprei...mazááá guria! Grande progresso!
Talvez eu conte pra vcs o que eu comprei, mas hj não, deixa o mistério no ar!
Bjoooos

2 comentários:

  1. aiiii... até eu tô curiosa!!!
    conta, conta...
    hehehe

    ResponderExcluir
  2. Ai, não sei, será que devo?!
    Hauahaau!
    Tá respondido!

    ResponderExcluir